EM TEMPOS LÍQUIDOS, A MODA ESCORRE PELAS MÃOS: UM ESTUDO DE CASO DA ZARA, A GIGANTE DO FAST-FASHION

  • Janaína de Oliveira Neri Centro FAG
  • Gustavo dos Santos Prado

Resumo

Este artigo foi desenvolvido com o propósito de compreender a sociedade pós-moderna, que permitiu a consolidação do fast-fashion, bem como assimilar as particularidades desse fenômeno e identificar como uma das maiores marcas do setor construiu seu império e conquistou o mundo todo mesmo sem investir em publicidade tradicional. Para tanto, realizou-se uma revisão bibliográfica e um estudo de caso que possibilitaram a compreensão tanto do cenário quanto do fenômeno. Assim, foi possível descobrir que as marcas que aderiram a essa estratégia só conseguiram perpetuar devido ao prestígio dos hiperconsumidores, que se veem presos a um ciclo incessante de consumo e descarte. Para a Zara, a comunicação direta com seus clientes é um dos fatores que ajudou a construir sua identidade sólida e resistente.

Publicado
Out 18, 2018
##submission.howToCite##
NERI, Janaína de Oliveira; PRADO, Gustavo dos Santos. EM TEMPOS LÍQUIDOS, A MODA ESCORRE PELAS MÃOS: UM ESTUDO DE CASO DA ZARA, A GIGANTE DO FAST-FASHION. REVISTA ADVÉRBIO, [S.l.], v. 13, n. 26, out. 2018. ISSN 1808-883X. Disponível em: <https://adverbio.fag.edu.br/index.php/ojs3/article/view/195>. Acesso em: 20 jul. 2024.