QUAL É O GÊNERO DA GAZETA DO POVO? UMA ANÁLISE DE CONTEÚDO DO JORNAL PARANAENSE SOBRE IDENTIDADES TRANS* NÃO BINÁRIAS

  • Raul Andreo de Paiva FAG
  • Tatiana Fasolo Bilhar FAG/UNIOESTE

Resumo

Esta pesquisa buscou analisar os discursos da Gazeta do Povo acerca das identidades trans* não binárias. O corpus é composto por todas as 20 matérias publicadas pela Gazeta na seção “Ideologia de Gênero”, no ano de 2020, que tratavam sobre ês não bináries. Desenvolveu-se, assim, uma pesquisa qualitativa e interpretativista, pautada nos pressupostos teórico-metodológicos da Análise Dialógica do Discurso (ADD), a qual se fundamenta na compreensão, sobre a língua(gem), do Círculo de Bakhtin. As análises permitiram concluir que os discursos com os quais os textos estabelecem um diálogo de concordância constroem a não binariedade de forma preconceituosa, pautando-se em argumentos fundamentados em pesquisas científicas refutadas e, por vezes, informações inverídicas e exageradas. Os discursos defendidos pela Gazeta são perigosos para a comunidade queer, incentivando a restrição de direitos, não proteção, invalidação, direção de abusos e ridicularização de seus problemas oriundos da queerfobia, defendendo a perpetuação do atual sistema abusivo.

Publicado
Jul 2, 2022
##submission.howToCite##
DE PAIVA, Raul Andreo; BILHAR, Tatiana Fasolo. QUAL É O GÊNERO DA GAZETA DO POVO? UMA ANÁLISE DE CONTEÚDO DO JORNAL PARANAENSE SOBRE IDENTIDADES TRANS* NÃO BINÁRIAS. REVISTA ADVÉRBIO, [S.l.], v. 17, n. 33, jul. 2022. ISSN 1808-883X. Disponível em: <https://adverbio.fag.edu.br/index.php/ojs3/article/view/259>. Acesso em: 19 maio 2024.